CTO - CURSO GRATUITO DE TEOLOGIA ONLINE

CTO - CURSO GRATUITO DE TEOLOGIA ONLINE

FUNDO

APRENDENDO A DEIXAR PAI E MÃE - Rev. Paulo Sergio da Silva


“Eis por que deixará o homem a seu pai e a sua mãe e se unirá à sua mulher, e se tornarão os dois uma só carne.” Efésios 5:31.

Nem sempre o casamento é um mar de rosas, haverá também muitos espinhos e provações na união matrimonial entre um homem e uma mulher, que é a base da família. 

É preciso aprender a viver a vida a dois, ou melhor, A TRÊS: 
marido, esposa, e Deus abençoando o casamento de ambos. 
A Palavra de Deus deve ter a prioridade nas escolhas e decisões, para quem deseja ter um casamento feliz, pois Deus é a fonte de sabedoria.


Ao estabelecer o casamento, Deus não arquitetou algo ruim para o casal, mas o Seu plano é que família seja como o Éden, pequeno “paraíso” onde há prazer e alegria regidos por Deus (e não pela serpente). Por que não é essa a realidade de muitos lares? Nesse texto Jesus fala da importância de “deixar” pai e mãe. O casal cristão precisa aprender a “deixar”, e certamente o quinto mandamento não deve ser esquecido (Ex 20:12). Então, qual o sentido desse “deixar”? O que Deus tem a nos ensinar com essa Palavra?
“DEIXAR” FÍSICO. Diz o ditado que “quem casa, quer casa”. Um casal feliz precisa ter o seu espaço particular, sua privacidade, e assim viver a vida comum do lar. Certas situações de dificuldades podem privar o casal dessa liberdade, no entanto não pode haver acomodação. Pode haver exceções em função de diversas questões, mas ideal de Deus é que cada casal tenha o seu lar, a sua casa. Isso é tão sério que a felicidade do casamento PODE até sucumbir, se não houver esse “deixar” físico. São inúmeros os casais amargurados e até separados por causa da não observância do “deixar” físico.
“DEIXAR” EMOCIONAL. Muitos casamentos sofrem por que não se entendeu que ao casar precisa haver um rompimento, algo que até dói na alma, mas um mal necessário, pois se não houver esse “deixar” emocional, as pressões do dia a dia trarão consigo comparações, que se tornarão desagravos. A Bíblia diz que marido e mulher agora são “uma só carne”, uma união tão profunda e espiritual que não se pode permitir que venha se abalar. A privacidade do casal dever ser protegida, “roupa suja se lava em casa”. Pai e mãe já sofreram muito na vida para criar os filhos, os casais devem resolver seus problemas e levar alegria e felicidade aos seus pais, e não tristeza, apreensão, dissabor e lágrimas.
“DEIXAR” MATERIAL. Vivemos em uma sociedade consumista, e ai de quem pensa que pode ser feliz sem administração e controle. Muitos casamentos entram em crise porque não há sabedoria na hora de gastar, e sempre necessitam de ajuda externa. Todos passam por dificuldades na vida, em alguma fase, o que não se pode é acostumar com isso. Cada lar deve conhecer o seu limite e ser feliz com o que tem. Buscar melhorar a condição de vida não é capitalismo, mas responsabilidade, amor e fé, porque Deus é o dono de todo o ouro e prata (Ag 2:8). Por isso que antes de pensar em casar, é sábio conquistar uma posição de segurança financeira. O casal feliz não pode viver às custas dos pais, mas devem ter para si mesmos e para ajudar seus pais – “honra teu pai e tua mãe” (Ef 6:2).
“Deixar” pai e mãe requer sabedoria, perseverança, amor, fé, e determinação em manter-se debaixo das bênçãos daquEle que instituiu o casamento: o Senhor DEUS!

Fonte:
Revista Lar Cristão
Rev. Paulo Sergio da Silva




OBSERVAÇÃO:
NEM TODAS AS POSTAGENS TRADUZEM, NECESSARIAMENTE, A OPINIÃO DO SITE MATÉRIAS DE TEOLOGIA

Soli Deo Gloria