CTO - CURSO GRATUITO DE TEOLOGIA ONLINE

CTO - CURSO GRATUITO DE TEOLOGIA ONLINE

FUNDO

UM SONHO MUITO ESTRANHO... - Por SANDRO TEIXEIRA


Esta noite, tive um sonho muito estranho...
Sonhei que tudo era ao contrário ao que estamos acostumados na vida real.
O que mais me intrigava no sonho, é que Deus escolhia as pessoas que Ele desejava mandar para o inferno e as tornava crentes aqui ma Terra! Então elas se convertiam, começavam a viver a vida da igreja e, à medida que o tempo passava, elas iam se tornando cada vez mais soberbas, gloriando-se de sua eleição e predestinação, de seus conhecimentos bíblicos e de suas manifestações de “poder espiritual”.
Enquanto isto, os homens lá de fora, trabalhavam, faziam amizades, curtiam a vida a seu modo e, pelo menos, aparentavam ser felizes. Eles só não gostavam de um povo conhecido como os “evangélicos”, não porque não quisessem nada com Deus, mas porque estes evangélicos só falavam de bíblia, davam lições de moral, mas vivam uma vida dúbia, prá la de suspeita.
Líderes evangélicos usavam textos bíblicos para conseguirem o que queriam, assim como os políticos
distorcem as leis para os seus próprios interesses. Até mesmo os casais entre si, assim o faziam. A mulher, quando desejava algo, usava a bíblia para apontar os pecados e fraquezas do marido, a fim de debilitar seu poder de decisão. O marido, por sua vez, para continuar no controle, usava a bíblia para manipular sua esposa.
Então, no sonho, perguntei ao Senhor: “Senhor, porque fazes assim e permites estas coisas? Porque não instruis o teu povo a fazer o que é certo?”
Ao que o Senhor me respondeu:
“Quando criei o primeiro ser vivente, pus sobre ele o máximo que uma criatura finita e limitada poderia receber de bom: Extrema inteligência e beleza, liderança sobre servos leais, riquezas, habilidades comerciais, força e muito mais. Porém, esta criatura, não somente voltou-se contra mim, mas também contaminou os homens, de modo que se rebelram contra mim e quiseram viver por si e para si mesmos.
Tão perversos se tornoram os homens, que qualquer talento que tivessem, a partir de então, usariam para a sua glória pessoal. Seja uma habilidade, um talento qualquer e eles já o usam para sobressair-se aos demais. Em tratando-se de poder espiritual, então, nem se fala... 
Decidi então fazer isto: Vou pegar os mais perversos dentre os homens, e fazê-los achar que eles são diferentes; que eles têm uma fé especial em Mim. Vou fazê-los acreditar que Meu Filho morreu por eles e que, por causa disto eles são um povo “remido e lavado”. Então eles pregarão a Minha Palavra e alcançarão outros soberbos também, à medida em que estes novos 'convertidos' encontrarem alguma vantagem na proposta deles:
‘Olha, se você aceitar Jesus, seus pecados serão perdoados, você não terá mais pesadelos, nem doenças. Jesus mudará a sua vida, te dará prosperidade, dinheiro, casa própria, uma esposa e filhos ideais; e, depois, você viverá feliz para sempre no Céu’.
Depois de ouvir a explicação do Senhor, fiquei atônito por alguns instantes. Guardei silêncio, mas meus pensamentos fervilhavam dentro de mim. Então acordei pela manhã e pensei:
Será que neste sonho, o Senhor não estaria sendo justo do mesmo jeito? Será que não há algo de real nisto?Muitas pessoas vivem na Igreja, porém, sonhando com o mundo. Elas ambicionam as coisas desta vida, mas estão divididas pelo medo do futuro. “Céu ou inferno?”, é a dúvida cruel que as atormenta constantemente:
“Se viver fora da igreja pode ser que perca o Céu; se viver a vida da igreja, perderei as alegrias deste mundo.”
Albert Camus, o pensador Argelino, observou que “o caracteriza os seres humanos é a sua recusa em ser o que são. Eles não estão felizes com o que são. Querem ser outros, diferentes. Por isso, somos neuróticos, revolucionários e artistas. Do sentimento de revolta surgem as criações que nos fazem grandes...”
As pessoas frustradas e inconformadas, tendem a realizar grandes obras (na igreja ou fora dela), como forma de conpensação de seu vazio interior. Elas buscam aplacar o próprio sentido de fraqueza e inutilidade que se abate sobre elas. Elas são ensinadas, desde a infância, a mostrarem seu "valor" e ser, assim valorizadas e respeitadas pela sociedade. 

Tomemos por exemplo, um gato. Ele está feliz em sua condição de gato. Não pensa em criações que o farão o "grande gato". Nenhum desejo o perturba. Desejos são perturbações na tranqüilidade da alma. Ter um desejo é estar infeliz: falta-me uma coisa, por isso desejo... Mas, para o gato, nada falta. Ele é um ser completo. Por isso ele pode entregar-se ao sabor do momento presente sem desejar nada. E esse “entregar-se ao momento presente sem desejar nada”, o faz autêntico.
Autenticidade é a virtude dos seres que estão em paz com a vida.
    A história do sonho acima é fictícia. Não tive este sonho. A intenção é despertar você para a realidade. realmente, não é assim que o Senhor pensa ou planejou. ele é fiel e não usa de enganos. Mas muitos enganam-se a si mesmos e passarão uma vida dentro da igreja antes de chegarem ao inferno. Elias disse ao povo: “Se o Senhor é Deus, servi-o, se é Baal, servi-o”. Em outras palavras, “seja autêntico, seja quem você é!” O ímpio autêntico é mais feliz do que o crente hesitante!
    Se o Senhor o chamou para a vida de fé, viva-a com consciência, mas se tem dúvidas, comete pecado. É melhor que você viva no mundo, cometendo todos os atos que você falsamente diz rejeitar, do que viver dentro da igreja tentando enganar a Deus e ao próximo.
Se você for sincero, haverá muito maior chance de que Deus o chame com o chamado eficaz.
Vamos ser mais claros: Se você hoje ama o mundo, a prostituição, as drogas, os bailes, as festas, as rodinhas de bar, a “liberdade” (ser livre de uma consciência de Deus te “cobrando”), vá para o mundo! Extravase suas emoções e instintos, de tal maneira que tire o maior proveito da sua vida terrena! Não seja bobo! Não seja um falso crente. Não é necessário! Isto não irá mudar você! Corra o risco! Seja um JOGADOR! O bom jogador é aquele que se arrisca:

 “Serei autêntico. Farei o que tiver vontade. Apostarei naquilo para o que me inclina a minha natureza.
Se gosto de fumar, fumarei. Se gosto de beber, beberei.
Se gosto de me prostituir, prostituirei.
Se gosto de liberdade, não me esconderei dentro da igreja por medo de Deus, do Diabo, da morte ou do inferno! (De nada adiantaria mesmo...)
Se gosto de invejar, cobiçar, matar e roubar, farei todas estas coisas com tal intensidade que serei mais sincero do que 90% dos crentes que estão nas igrejas por aí.”
Nestas condições, você desfrutará da vida! E, com uma vantagem:
         Será mais fácil que Jesus o encontre e o transforme.
A lagarta só é transformada em borboleta por que é lagarta. Se ela tentasse ser outra coisa, apenas atrapalharia o processo !
No momento de saírem dos ovos, os ‘lepidópteros’ assumem uma forma larval, as conhecidas lagartas. Estas abrem caminho, comendo as cascas dos ovos em que estavam contidas, preparam uma espécie de ninho na parte inferior de alguma folha e de imediato começam a comer as partes vegetais da planta em que se encontram, cortando-as e mastigando-as com suas poderosas mandíbulas. Devido a um determinado hormônio que segregam, as lagartas não param de comer; algumas comem durante o dia inteiro, outras o fazem durante toda a noite.
No período destinado ao descanso, digestão e absorção dos nutrientes, voltam para esse ninho construído, sob a folha que, curiosamente, evitam comer. São COMEDORAS VORAZES, QUASE QUE INSACIÁVEIS, POIS PRECISAM SE ALIMENTAR DOS NUTRIENTES NECESSÁRIOS PARA O PERÍODO DE HIBERNAÇÃO DE SUA PRÓXIMA FASE DE VIDA e para isso necessitam armazenar bastante energia. À medida que a produção desse hormônio diminui, as lagartas consomem cada vez menos folhas. Quando param de comer  por completo,  estão preparadas para a nova fase.
Quem determinou que isto fosse assim, senão o Senhor?
Se ele assim faz à borboleta que hoje assim nasce e perece sem conhecimento, quanto mais aos seus eleitos! Então se você ainda é lagarta, use suas “poderosas mandíbulas” e devore tudo à sua volta! Não pare de comer os prazeres que o mundo te oferece! Seja um “COMEDOR VORAZ”, O QUE É PRÓPRIO DA LAGARTA. Mas se você já foi feito uma nova criatura (borboleta), então, voar não será forçado, será autêntico e natural.
Citando mais uma vez, Albert Camus, ele diz:
“Penso agora em flores, sorrisos, desejo de mulher, e compreendo que todo o meu horror de morrer está contido em meu ciúme da vida. Sinto ciúme daqueles que virão e para os quais as flores e o desejo de mulher terão todo o seu sentido de carne e de sangue. Sou invejoso porque amo demais a vida para não ser egoísta... Quero suportar minha lucidez até o fim e contemplar minha morte com toda a exuberância de meu ciúme e de meu horror”.
Este homem foi sincero a ponto de expressar o que, no fundo, pensam todos aqueles que não se converteram ao Senhor...
O sonho acima nos traz motivos para pensar que muitos últimos serão os primeiros e muitos primeiros serão os últimos.
O ladrão da cruz, foi autêntico. Ele era um ladrão, um bandido, um assassino. Ele era o que sua natureza ditava! Mas era um eleito de Deus, foi salvo, na “tábua da beirada”. O apóstolo Paulo, antes Saulo de Tarso, ia em direção a Damasco com uma idéia fixa: Prender e matar os cristãos. Ele acreditava piamente que Jesus era o maior blasfemo e charlatão da face da Terra. No entanto, o próprio Senhor Jesus lhe apareceu no caminho, o perdoou e o transformou em filho e apóstolo. Já quanto aos escribas, fariseus, saduceus, os sacerdotes, a maioria deles passou uma vida inteira como religiosos, para, ao final, ouvirem do Senhor:

“...a minha palavra não entra em vós. Eu falo do que vi junto de MEU PAI, e vós fazeis o que também vistes junto de VOSSO PAI. Responderam, e disseram-lhe: Nosso pai é Abraão. Jesus disse-lhes: Se fósseis filhos de Abraão, faríeis as obras de Abraão. Mas agora procurais matar-me, a mim, homem que vos tem dito a verdade que de Deus tem ouvido; Abraão não fez isto. Vós fazeis as obras de VOSSO PAI. Disseram-lhe, pois: Nós não somos nascidos de prostituição; temos um Pai, que é Deus. Disse-lhes, pois, Jesus: Se Deus fosse o vosso Pai, certamente me amaríeis, pois que eu saí, e vim de Deus; não vim de mim mesmo, mas ele me enviou. Por que não entendeis a minha linguagem? Por não poderdes ouvir a minha palavra. VÓS TENDES POR PAI AO DIABO, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira. Mas, porque vos digo a verdade, não me credes. Quem dentre vós me convence de pecado? E se vos digo a verdade, por que não credes? Quem é de Deus escuta as palavras de Deus; por isso vós não as escutais, porque não sois de Deus” (Jo.8:37-47).


Deus nos mostrou a sua compaixão. Um abraço a todos.

0 comentários :

Postar um comentário

OBSERVAÇÃO:
NEM TODAS AS POSTAGENS TRADUZEM, NECESSARIAMENTE, A OPINIÃO DO SITE MATÉRIAS DE TEOLOGIA

Soli Deo Gloria