CTO - CURSO GRATUITO DE TEOLOGIA ONLINE

CTO - CURSO GRATUITO DE TEOLOGIA ONLINE

FUNDO

A PARÁBOLA DO SEMEADOR - BASTOS


Marcos 4.1-20




Nesta parábola aprendemos o seguinte: a palavra  simboliza a mensagem de

Deus, veja também ( MT 13.19> Lc 8.11). A terra ou solo o qual a semente cai,é ,

Claramente, o coração do ser humano. Em cada uma das quatros divisões, a terra

Ou solo, que é o coração e, portanto, é pessoa,e diferente. Temos aqui quatro tipos

De corações: o coração insensível(Mc 4,15) coração impulsivo (VS 16 17), coração

Preocupado(VS,18,19) e o coração bem preparado, responsável e bom.

Falaremos dos quatro corações individualmente:


1—os corações insensíveis
 O povo representado pela semente semeada a beira do caminho(v4) é do tipo que

Permite Satanás, o grande adversário(1.13), tire deles a mensagem que havia sido

Semeada, Jesus, em hipótese alguma , desculpa estas pessoas, como se somente

Satanás , e não elas próprias , fossem o único responsável pelo que  aconteceu com

A mensagem divina que lhes tinha sido trazida.. O versículo 15, não cancela o VS 9

No versículo 15, estes corações insensíveis foram alertados para o fato de que, ao

Tratarem a Palavra de Deus com superficialidade, eles estão cooperando com o

Príncipe do mal.Eles nada fazem com a mensagem, eles não usam para um bom

Proprosito. O que provoca uma reação negativa? Talvez seja uma ma-vontade contra

O mensageiro, pode ser que não desejam se importunados (At24.25) o espírito da

Indiferença pode ter, pouco a pouco, se desenvolvido neles até alcançar o ponto de

Domínio total. O coração deles se tornou tão endurecidos , que pôde ser comparado

Com o chão do caminho, sobre o qual uma das sementes foi semeada. Coração

Endurecidos devem ser arados, antes de receber a semente, experiência que pode

Se extremamente dolorosa.(Jr 4.3- Os 10.12)



2--- Os corações impulsivos
Estas pessoas agem no calor do momento. Elas imediatamente aceitam a palavra

E o fazem ate mesmo com alegria. Porem  se escandalizam rápido. Elas são apanha

Das , ficam presas pelas perseguições e angustia, estas aflições as levam abandonar

O que tinha abraçado com grande entusiasmo . Se estas pessoas fossem crentes

Verdadeiros, não teriam sidos completamente enganadas.No meio da angustia   ou

De todo tipo de pressão, principalmente de fora em meio ambiente não cristão, e

Perseguições que são os sofrimentos reais, produzidos pelo inimigo a perseverança

É a marca do verdadeiro crente, Esta perseverança que é implicitamente recomenda-

Do no texto, deve, no entanto ser genuína.Ela deve existir , não para o beneficio do

“eu”, mas honra e gloria de Cristo. Deve ser uma disposição de sofrer pelo Senhor

, sua palavra, seu povo e sua causa.Quando este amor se encontra ausente, a

Perseverança  é fútil (1Co 13.3b).Quando ele esta presente,produz alegria no

Coração e certeza da salvação.( MT 5,11,12; Jô 16.33; At 5.41; Rm 8,18,31-39; Fp

1.27-30;1Pe 4.14;AP 2.9,10).No entanto faltou este entendimento às pessoas

Simbolizadas  pela semente que caiu em solo rochoso (vs5,6) elas nunca guardaram

No coração os exemplos de Rute, Jonatas, Estevão e Paulo. A palavra lealdade não

Fazia parte do vocabulário deles, Os seguidores de Cristo estavam sendo persegui-

Dos. Nem todos que foram afligidos por esta perseguição mantiveram-se firmes. Para

Alguns aplica-se as palavras de 1 João 2.19, a respeito dos crentes genuínos, João,

10.27,28.

Os antigos aderentes periféricos, que nunca foram genuínos, pois as suas confis-

Soes não brotaram de uma convicção interior (não tinham raízes) , falharam por não

Entender  que o discipulado verdadeiro implica, auto- submissão, autonegação,

Sacrifício, serviço e sofrimento. Eles  ignoram o fato de que o caminho da cruz

É o que nos leva para “casa”.



3—corações preocupados

Descreve o caso de pessoas cujo coração lembra o solo infestado de raízes e galhos

De espinheiros. Este solo infestado é uma ameaça séria para o crescimento  de

Qualquer planta saudável. Semelhantemente , os corações cheios de preocupações

Com elação ao dia -a- dia,obscurecidos pelo sonhos de riquezas,e demais ambições

Bloqueiam qualquer influencia boa que poderia, se a realidade fosse outra, resulta da

Entrada da mensagem do reino. Tais corações estão preocupados.Eles não tem

Espaço para a calma e meditação  na palavra ou mensagem do Senhor. O s cuidados

Constantes  do mundo enche o coração das pessoas de previsões tenebrosas. Elas

Deveriam pedir ao Senhor que as livrasse dos cuidados corrompedores , e das desi-

Lusões do mundo, para que a mensagem do reino pudesse começar a fazer mora-

Da no coração e na vida delas.. Porem estas pessoas que na verdade anda nos

Dois caminhos, o largo e o estreito  ao mesmo tempo( MT 7.13,14) Algo que não

Pode ser feito.


4—coração responsivos
Estas pessoas ouvem porque desejam ouvir.Porque crêem no pregador, elas

Refletem sobre o que ouviram. Assim alcançam a medida do verdadeiro entendi-

Mento . Elas colocam a mensagem em prática e dão frutos de conversão , fé,amor,

Alegria, paz, longaminidade, etc.Há, no entanto,uma diferença no grau da frutificação

Nem todos são igualmente penitentes, confiáveis, leais, corajosos, manso, etc,

Consequentemente, não são muitos produtivos em levar outras vidas  para Cristo.

No caso de alguns crentes, a semente produz trinta, ou seja trinta vezes mais do que

Foi semeado. Em outras a produção é de sessenta por um e , em alguns outros, o

Índice alcança cem por um. Ao reproduzirem com fidelidade a mensagem de Cristo

Cada evangelista, usa seu próprio estilo. Não existe, no entanto, nenhuma diferença

Substancial.

Que cada um dê o melhor de si, para que possa produzir muito fruto. O s três cora-

Coes que não produziram frutos, concluímos que,pertencem a pessoas que nunca

Nasceram de novo. Cada um dos três tipos de coração infrutífero, é influenciado por

Um inimigo diferente: no coração insensível , o próprio Satanás  rouba a semente;

No coração impulsivo, a carne simula sentimentos religiosos;  no coração preocupado

As coisas do mundo sufocou o crescimento e impedem a produção.

Os três grandes inimigos do cristão são: o mundo, a carne e o diabo (Ef 2.1-3)


 Fonte:
Enviado pelo nosso querido irmão Bastos

2 comentários :

OBSERVAÇÃO:
NEM TODAS AS POSTAGENS TRADUZEM, NECESSARIAMENTE, A OPINIÃO DO SITE MATÉRIAS DE TEOLOGIA

Soli Deo Gloria