CTO - CURSO GRATUITO DE TEOLOGIA ONLINE

CTO - CURSO GRATUITO DE TEOLOGIA ONLINE

FUNDO




Carta de Jonathan Edwards para Whitefield

por
Jonathan Edwards


A George Whitefield

Northampton em New England, 12 de fevereiro de 1739/40,

Reverendo Senhor,

Meu pedido é que, em seu plano de viajem através da Nova Inglaterra no
próximo verão, lhe agrade vir visitar Northampton. Espero não lhe seja completamente novo que desejo vê-lo e ouvi-lo neste lugar; mas pude compreender, do que tenho ouvido, que você está entre os que são assistidos pelas bênçãos dos céus aonde quer que vá: e tenho grande desejo, caso seja a vontade de Deus, que a benção que assiste sua pessoa e obra possa descer sobre esta cidade, e possa entrar em minha própria casa, e que eu possa recebê-la em minha própria alma. De fato estou temeroso que você seja desapontado na Nova Inglaterra, e tenha menos sucesso aqui do que em outros lugares: temo que esta terra em que habitamos, que foi agraciada com luz, que muito desfrutou do evangelho, que foi saturada dele, e o menosprezou, seja mais endurecida que a maioria dos lugares por onde você pregou. Mesmo assim espero no poder e na misericórdia de Deus, que se mostraram tão triunfantes pelo sucesso de seus labores em outras partes, que ele enviará, até mesmo para nós, uma benção por meio de ti, embora não sejamos merecedores dela. Espero ver, caso Deus preserve minha vida, algo dessa salvação de Deus na Nova Inglaterra, a qual ele já começou, num mundo mau, tenebroso e miserável e na mais culpada de todas as nações. Foi com refrigério de alma que ouvi de alguém levantado na Igreja da Inglaterra para reavivar as doutrinas misteriosas, espirituais, desprezadas e explosivas doutrinas do evangelho, e cheio de um espírito de zelo pela promoção da verdadeira piedade necessária, cujos labores têm sido atendidos com tal sucesso. Louvado seja Deus que tem feito isto! Que é contigo, e o ajuda, e faz as armas da tua milícia poderosas. Vemos que Deus é fiel, e nunca se esquece das promessas que fez à sua igreja; e que ele não deixará que o pavio que fumega se apague, mesmo quando as águas parecem tê-lo sobrepujado; ele irá reavivar a chama novamente, mesmo nos tempos mais tenebrosos. Espero que este seja o amanhecer de um de maravilhoso poder de Deus e de sua graça para os homens. Tomara venhas, reverendo senhor! e possa Deus estar cada vez mais abundantemente contigo, que a obra de Deus possa ser levada adiante com a benção sobre seu trabalho, com aquele rápido progresso que tem existido até aqui, e que ela se expanda numa maior extensão, e se estenda mais e mais adiante, com uma medida de poder irresistível derrubando toda oposição! E que as portas do inferno jamais prevaleçam contra você! e possa Deus enviar mais trabalhadores de igual espírito para a sua seara, para que o reino de Satanás trema, e seu orgulhoso império caia por terra, e o reino de Cristo, o glorioso reino de luz, santidade, paz e amor, possa ser estabelecido de um extremo a outro da terra!





Minhas afetuosas saudações ao Sr. Seward: Espero vê-lo aqui com você. Acredito que posso me aventurar a dizer que o que tem sido ouvido sobre seus labores e sucessos não foi ouvido com maior atenção em nenhum lugar na Nova Inglaterra do que aqui, ou recebido com maior crédito. Portanto espero que tenhamos a oportunidade de ouvi-lo atentamente. O caminho de Nova Iorque a Boston através de Northampton é um pouco mais distante do que o menor que existe; e penso que conduz a uma parte populosa do país como nenhum outro. Desejo que você e o Sr. Seward venham diretamente para minha casa. Considerarei isto um grande favor e benefício da providência ter a oportunidade de receber tais convidados sob meu teto, e ter algum contato com tais pessoas.
Temo que seja demais para mim desejar ser lembrado de forma particular em suas orações, quando considero quantos milhares já fizeram o mesmo pedido, de tal modo que não se possa mencionar a todos; e estou longe de pensar que mereço ser distinguido. Mas ore, senhor, deixe seu coração ser elevado a Deus por mim entre os outros, para que Deus me conceda tanto do bendito Espírito quanto ele lhe concedido a você, e para que me faça instrumento de sua glória .

 

 Eu, reverendo senhor,
          que não mereço ser chamado
                                            teu conservo,
                                                           
                                                  Jonathan Edwards 








Fonte:
Extraído e traduzido de: http://edwards.yale.edu/about-edwards/man-of-letters/whitefield/

Traduzido por: Márcio Santana Sobrinho
http://www.monergismo.com/












0 comentários :

Postar um comentário

OBSERVAÇÃO:
NEM TODAS AS POSTAGENS TRADUZEM, NECESSARIAMENTE, A OPINIÃO DO SITE MATÉRIAS DE TEOLOGIA

Soli Deo Gloria