CTO - CURSO GRATUITO DE TEOLOGIA ONLINE

CTO - CURSO GRATUITO DE TEOLOGIA ONLINE

FUNDO

A cruz traz arrependimento – João Calvino

1. Ademais, é necessário que nosso misericordioso Pai não só preveja nossa debilidade futura, mas que também corrija nossas ofensas passadas, para nos manter no caminho da obediência.


Quando a aflição nos chega, devemos examinar imediatamente nossa vida pregressa, pois ao fazê-lo, certamente descobriremos que merecemos a disciplina que temos recebido.

Contudo, não deveríamos tirar a conclusão de que a todos se exorta primeiramente a paciência, pelo fato de que necessitamos recordar nossos pecados.

A Escritura nos dá melhores razões quando nos diz que na adversidade "somos corrigidos pelo Senhor, para que não sejamos condenados com o mundo".


2.       Conseqüentemente, ainda que na mais amarga de nossas provas, deveríamos desfrutar da misericórdia e bondade de nosso Pai, pois nem ainda nas circunstâncias mais duras, Ele deixa de se preocupar com nosso bem-estar.

Deus não nos aflige para nos destruir ou arruinar, mas, antes, para nos livrar da condenação do mundo.

Este pensamento nos leva a um outro versículo da Escritura: "Não menospreze, filho meu, a repreensão de Deus, nem te canses de Sua correção; porque Deus exorta a quem ama, como o pai ao filho a quem quer."

Quando reconhecemos o corretivo de um pai, não deveríamos nos mostrar dóceis, antes que imitar a atitude desses homens encolerizados que se têm endurecido em suas mesmas maldades?

Se o Senhor não nos atraísse a Ele, por meio da correção quando temos falhado, nos deixaria perecer junto com o mundo. Como disse na Epístola aos Hebreus: "Porém se estais sem disciplina, da qual todos têm sido participantes, sois bastardos e não filhos."

3.       Se não estamos de acordo com Deus somos realmente perversos, pois Ele nos mostra continuamente Seu amor e benevolência, e Sua grande preocupação por nossa salvação.

A Escritura estabelece esta diferença entre os crentes e os que não são; estes, como velhos escravos de sua incurável perversidade, não podem suportar a correção, porém aqueles, como autênticos filhos de berço nobre, procedem com arrependimento e aceitam a correção.

Agora se nos toca decidir de que lado queremos estar.

Ver ICor. 11.32; Prov. 3.11,12; Heb. 12.8.

0 comentários :

Postar um comentário

OBSERVAÇÃO:
NEM TODAS AS POSTAGENS TRADUZEM, NECESSARIAMENTE, A OPINIÃO DO SITE MATÉRIAS DE TEOLOGIA

Soli Deo Gloria