CTO - CURSO GRATUITO DE TEOLOGIA ONLINE

CTO - CURSO GRATUITO DE TEOLOGIA ONLINE

FUNDO

OS FUNDAMENTOS DA VERDADEIRA ADORAÇÃO - Por Irio Ferreira

OS FUNDAMENTOS DA VERDADEIRA ADORAÇÃO

O que significa adorar?

É o transbordar de um coração grato, impulsionado pelo sentimento do favor divino.


No texto em que Jesus instrui a mulher samaritana, acerca da verdadeira adoração, ele declara que a água que daria ao sedento, “seria nele uma fonte a jorrar para a vida eterna” (Jo 4.14). A fonte se abre no novo nascimento (Jo3.5), jorra em adoração (4.14) e flui em rios de água viva em serviço obediente( 7.37-39).
Em (Mt.13.45) fundamentalmente adoração pode ser definida como “ a resposta de celebração a tudo o que Deus tem feito, esta fazendo e promete fazer”.
Adoração é o reconhecimento do valor infinito de Deus.
Para o verdadeiro adorador a pessoa de Deus é mais preciosa do que qualquer beneficio que um ser criado pode receber.
Este não serve a Deus por aquilo que ele proporciona, porque para ele Deus é a sua herança (Sl 16.15)
Cristo é o dom de Deus para sua Igreja, sendo assim a plenitude de nossa satisfação esta centralizada nele.
A igreja é o dom de Deus para Cristo, sendo assim ele é glorificado na satisfação e na alegria da sua igreja em si mesmo.
É justamente esta comunhão sagrada que nos impulsiona a exaltá-lo como fez o salmista. “Louvarei ao Senhor em todo o tempo; o seu louvor estará sempre nos meus lábios. Glorificar-se-á (no Senhor) a minha alma; engrandecei ao senhor comigo e todos a uma lhe exaltemos o nome” (Sl.34.1-3).

Expressões de adoração

1. O culto carismático
Caracteriza-se por manifestações emocionais, visíveis, que mostram a atitude dos adoradores em relação a Deus.
2. O culto didático e pedagógico
Concentra a atenção dos participantes na centralidade da palavra de Deus. Pela pregação e ensino da bíblia é despertada a consciência do valor infinito de Deus.
Como conseqüência a igreja reconhece que somente Deus é digno de louvor e adoração.
3 Culto eucarístico
Espera-se a criação de um espírito de gratidão e devoção dos participantes pelo sacramento e as cerimônias como por exemplo a santa ceia do Senhor.
4 O culto de proclamação
Sua ênfase esta no evangelismo. Cultos programados com a intenção de proclamar o evangelho aos perdidos, exemplo das cruzadas evangelísticas.
5 culto de comunhão
Ênfase nas contribuições e na caridade através de doações e ações sociais.

Em todas essas formas de culto temos pontos fortes e fracos a observar.
O importante em si é não criarmos uma dicotomia entre reverencia e fervor espiritual.
Como exemplo nós temos (o formalismo que sacramenta o modo de adorar a Deus), enquanto anula o poder vital de contato com Deus. Ap. 2.22 preocupava-se com a forma e em manter boas aparências, mas esquecia-se do principal- o amor.

A irreverência que corrompe.
A igreja de corinto era desordenada e desequilibrada emocionalmente no ambiente de culto.

Então qual tipo de adoração agrada a Deus?
Se a nossa intenção é descobrir os fundamentos da verdadeira adoração, devemos examinar o contexto bíblico neotestamentário.

Adorar significa render-se
“Adorar” (proskuneo) significava entre os gregos beijar a terra ou prostrar-se no chão. Colocar-se nessa posição comunicava a idéia de submissão.
Mais do que inútil é o culto que desconhece aquele a quem devemos submissão e lealdade.
Satanás quis que Jesus o adorasse no deserto da Judéia, porque ser adorado é o supremo desejo do chefe do mal. O diabo de bom grado trocaria todos os reinos deste mundo por um simples ato de adoração
(proskunesis) de Jesus. Mas para Jesus um gesto de culto não podia ser desvinculado da própria adoração. Ele não aceita a idéia de que um ato externo podia deixar de ser também um ato interno, uma atitude de entrega total. Por isso a sua resposta a serpente foi: “ Ao Senhor, teu Deus adorarás (prokunesis) e só a ele servirás (latreuseis) Mt.4.10. adorar o inimigo de nossas almas significa render-se a ele.
Adorar significa servir
Concluímos que o requisito de sacrificar o corpo inteiro do cristão torna seu culto genuíno. Rm 12.1
Somente pelas misericórdias de Deus podemos oferecer tal adoração que agrade a Deus. A vida corporal representa toda a potencialidade e a capacidade do homem, inclusive a sua inteligência, energia, experiência e dedicação. Uma fez ofertado integralmente o corpo santificado como sacrifício a Deus será aceito como culto genuíno.
Adorar produz atos de reverencia
A bíblia diz em Jo 9.31 “ Sabemos que Deus não atende a
pecadores; mas pelo contrario, se alguém teme a Deus e
pratica a sua vontade, a este atende”.
Adoração requer uma reverente preocupação com o que
agrada a Deus.
Viver para o diabo, e despreocupado se nosso pai aceita ou não nosso comportamento, não pode ser a atitude do verdadeiro adorador, pois aquele que diz estar nele este deve andar como ele andou (1 Jo 2.6)

Adorar significa amar a Deus de todo o coração e expressar este amor com sinceridade.

A nossa abordagem sobre a ligação entre adoração e santificação, esta fundamentada no fato de que a bíblia nos exorta a lembrarmos que o contato real e permanente com Deus não deixa de ter reflexos na vida daquele que cultua.
Se não vivemos em conformidade com aquilo que cremos, os nossos atos externos de adoração será um reflexo de nossa hipocrisia.
A adoração também esta ligada a teologia daquele que cultua, pois a maneira como uma igreja adora reflete a teologia da comunidade.
A medida em que o culto concentra-se no homem, e não em Deus, cria-se a noção falsa de que Deus é um simples espectador que acompanha a nossa atividade como um avô se diverte com as brincadeiras de seus netos.
Mas a verdade é outra.Deus é perfeito em santidade, Criador do universo,devemos-lhe tudo o que exalta a sua dignidade. Ap 4.11.
O temor do Senhor é o principio da sabedoria (Sl 111.10)
Este povo honra-me com os lábios, mas o seu coração esta longe de mim. E em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos de homens( Mc 7.6-7)
Sendo assim concluímos que a adoração em espírito e em verdade exige o temor de Deus, o qual deve se fazer acompanha de religiosidade externa. (2Co 7.1)




Referência Bibliográfica:

Adoração Bíblica Russell Shedd
Em busca de Deus – Jhon Piper
Paixão de Deus pela sua glória - Jhon Piper

0 comentários :

Postar um comentário

OBSERVAÇÃO:
NEM TODAS AS POSTAGENS TRADUZEM, NECESSARIAMENTE, A OPINIÃO DO SITE MATÉRIAS DE TEOLOGIA

Soli Deo Gloria